Fotografia: Paula Brandão/ Texto: Leticia Brandão

Estéfi resolveu estudar design quando esta profissão ainda era uma incógnita para muita gente. Ela mesma acreditava se tratar de algo entre publicidade e artes plásticas. Logo que se formou, na mesma época em que a internet dava seus primeiros passos, ela fez estágio como webdesigner. Mais tarde trabalhou em estúdios de design gráfico e chegou até a desenvolver projetos sociais junto a cooperativas nos entornos de fábricas de papel. Junto com a ONG Instituto Supereco, criavam objetos para serem vendidos com o objetivo de gerar renda às comunidades.
Mas de repente eis que chega o Teo, dando outro rumo à vida de Estéfi. Durante a gravidez ela diminuiu o ritmo de trabalho, passou a ser freela e quando ele nasceu a dedicação foi total.
Porém, quando o Teo completou 1 ano, mais mudanças aconteceram. Como ela mesma nos contou, teve um siricutico e voltou a trabalhar fora. E o Teo? “ficava em um berçario que funcionava 12 horas. Nesta época eu vivia dando cano no trabalho porque ele ficava doente com muita frequência. Otites, gripes e tudo o mais que os bebês ficam expostos a pegar”.
Foi aí que resolveu seguir carreira solo e ter ele por perto, que era o que ela sempre quis e o que mais a importava naquele momento.
Para sorte do Teo, que hoje está com 6 anos, Estéfi começou a trabalhar em casa e a desenvolver um projeto incrível de craft, tudo manual. Com o feeling de mãe, a criatividade de uma designer, e muito bom gosto, os objetos que cria são voltados para o universo infantil. São divertidos e muito práticos de fazer. Ela divide tudo em seu blog www.estefimachado.com.br
Além disso ainda arranja um tempinho para ser fotógrafa, cenógrafa e comandar a coluna “Feito Mãe”, da revista online n.magazine que acaba de relançar o site com cara nova.  Continuar lendo...

Maternidade
“Sempre gostei muito de criança e de uma forma ou outra acho que sempre fui uma mãe incubada. Antes do Teo já era a prima baby sitter, a que divertia as crianças nas festas de família.  Tive um aborto e perdi um casal de gêmeos no parto, acredito que isso me torna uma mãe diferente também. No final, acho que sou mãe de 3 ,ou de 5, quem sabe… ”.

Mãe & Filho
Quando Estéfi começou a trabalhar em casa ela teve que se adaptar a uma nova rotina. É um trabalho que tem seus momentos de descontração e leveza que permitem que o Teo participe muita vezes. Mãe e filho estão ilustrando um livro de histórias, atividade que ele mais gosta de fazer quando estão juntos.
“Como o Teo estava sempre por perto, o entretinha com coisas do meu universo de trabalho, tintas, tecidos, papéis, botões. Então criamos essa cumplicidade artística de sempre inventar coisas no nosso dia-a-dia, foi aí que veio o Blog, pra compartilhar isso com o mundo”.

“O livro da parede que fica no corredor começou como projeto de férias, e combinamos de fazer uma página por dia. Eu ilustro uma, ele outra e o texto é por conta dele, ele dita e eu escrevo tal e qual”.

O que é ser uma Mom Rock para você?
“Putz, é conseguir ser mãe nesse mundo de hoje… É trabalhar, ser feliz no trabalho, conseguir brincar, conseguir tagarelar com as irmãs no telefone, licenciar o carro, dar banho no filho, trabalhar de novo, namorar, trazer dinheiro pra casa, dormir (dormir, o que é isso?? …rs)”.

O que acha essencial na educação dos filhos hoje em dia?
“Aceitar que são crianças, que não são projetos de algo pra depois. Tem que brincar, tem que sonhar, experimentar. Acho essencial que tenham os pais por perto. É difícil educar, é muita tentação”.

Interesse pelo craft
O interesse por criar coisas vem desde que era pequena. Estéfi estudou na escola Waldorf, que usa as artes manuais como método de ensino.
“Eu era daquelas crianças que criavam tudo, lembro de ter pedido uma Olivetti de natal para diagramar minhas próprias revistas! Recortava, colava, esculpia, criava mil brincadeiras com meus irmãos, 5! “.

Fotografia
A história com a fotografia também é de criança. Sempre amou. “Acho mesmo, sem piada, que é culpa dos meus pais…rs. No meio de 5 filhos, só eu não tive álbum de criança! Eu até fiz figuração nos álbuns dos meus irmãos, mas fiquei tão “photoless” que me tornei aficcionada por fotografar!”
A fotografia surgiu mesmo como trabalho muito depois. Em um de seus freelas Estéfi recebeu como pagamento uma Nikon e algumas lentes. Começou a fotografar e logo rolou o primeiro convite de trabalho.

Decoração
Estéfi e seu marido Pedro são os responsáveis por esta decoração divertida, charmosa, colorida e com arzinho retrô anos 50. Com objetos de viajens, presentes e móveis que a própria Estéfi recuperou por aí e restaurou com o marceneiro do bairro, eles foram deixando a casa com a cara deles, sem pretensões, tudo muito verdadeiro e com alguma história para contar.
“Nossas prateleiras parecem uma lojinha…rs”.

Dicas da Estéfi
Filmes para a criançada:  
todos da Pixar

Viagens com os pequenos:
Alagoas - Praia do Toque
África do Sul – Cape Town e safari no Krueger Park  - “Muito mais barato do que se pensa”.

 

CREDITOS:

- Estéfi veste: jeans, Zara /  camiseta, de um brechó de NY
- foto 07: lençol do Teo, Zara
- foto 29: rádio de madeira, Lexon
- foto 30: coração pregos entrelinhas, Estéfi Machado
- foto 35: mesinha de canto e abatjour vermelho, Artefacto
- foto 36: brinquedos de madeira, Trenzinho / fita adesiva de asfalto, Móbiles e Outras Manufaturas
- foto 60: máscara de raposa, R. 25 de Março (SP)
- foto 65: luminária casinha de madeira, Fora de Série